domingo, 29 de maio de 2016

A Música (dos) que nos deixam ( recordando os Acoustic Alchemy)

Descobri finalmente um video com os pioneiros da banda de smooth jazz Acoustic Alchemy. Aqui, num excerto do Documentário "Best Kept Secret".
Esta banda, mais precisamente um dueto de guitarras com a sua banda de apoio, foi-me apresentada quase por acaso pelo Sr. Vítor da saudosa loja Tubitek, através do CD "Against the Grain" de  1994. Logo tratei ir encontrando o resto da discografia, encantada pela frescura e inteligente mistura de géneros dos instrumentais que compunham , desde o flamenco à bossa nova, passando pela música das Caraíbas, músicas com "toque" de Django Reinhart e até música clássica (o belíssimo "Arc en Ciel", por exemplo).
O grupo começou,penosamente (porque desenvolviam um género pouco popularucho /pouco in na altura do pós-punk) em 1981,mas só gravou o primeiro álbum em 1987, "Red Dust  and Spanish Lace", onde surgiu a primeira versão deste tema que aqui apresento ,"Mr Chow", descrito por alguns críticos como "Chinese jazz reggae" porque precisamente mistura o ritmo do reggae com elementos da música chinesa.
A publicação desses primeiros discos só se deu graças ao emprego que o dueto-- Nick Webb (guitarra de cordas de aço) e Greg Carmichael (guitarra cordas de nylon)-- conseguiu de músicos residentes nas viagens de algumas companhias de aviação, nomeadamente a Virgin Airlines ou a American Airlines. Imaginem isso hoje, na época das  companhias low Cost que nem um pacote de amendoins oferece...
De qualquer forma,  este dueto durou até 1998, ano da morte do malogrado N. Webb (o membro do duo que aqui explica como compuseram o tema),  quarenta e poucos anos, a 5 de Fevereiro,vítima de um galopante cancro pancreático. 
No entanto, nesse mesmo ano ainda lançaram mais um álbum, "Positive Thinking", Já com Webb muito doente e todos os músicos fechados uma ou duas semanas numa casa em Bath, para levarem o novo naipe de excelentes temas a bom porto. Webb estava tão fraco que já não conseguiu tocar na maioria das sessões de gravação, como explica Carmichael no  folheto do próprio álbum, mas não desistiu de dar apoio para que os seus amigos músicos acabassem o que havia a fazer. 
Assim se vê o que é um verdadeiro músico, alguém que ama a sua arte acima de tudo, apesar de ser um dedicado pai de família, não se agarrando a lamentações sobre o Destino e agarrando a Vida até ao fim, mesmo que a contas com A maldita doença!
Hoje o grupo continua, com  Carmichael   a fazer dueto com outro guitarrista e acompanhados por outros membros da banda, mas  deixo-vos aqui com o virtuosismo humilde daquele que foi o principal mentor e compositor do grupo, com esta música que perdura em frescura e garra. Intemporal. Até sempre, Nick Webb.

1 comentário: