terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Também fizemos um post sobre aventalados! ;)

Como Blogue que se preza, o "Alegrias e Alergias" vem aqui apresentar o seu post sobre Maçonaria, aventais e aventalados!

Como o debate já foi longo na blogosfera e nos OCSocial, resta-nos acrescentar as "aparas" que apanhámos aqui e ali, ao nosso estilo, de vermos pequenos pormenores que escapam mas que muitas vezes são bem mais eloquentes que reportagens ditas sérias.

Por exemplo, um dos pormenores a destacar foi a reacção de alguns figurões dos grandes partidos a estas trapalhadas das lojas maçónicas-totós- para- principiantes tipo "Mozart", "Abade da Serra", "Prometeu , etc.

Assim, Mário Soares, no seu proverbial à vontade, asumiu ter sido maçónico mas já não ser, porque fora de moda (ou seja, entenda-se,agora já alcançou tudo o que quis, mesmo sem a influência das Lojas e das Mercearias e por isso está-se nas tintas). E afirma não ver problema nenhum em os políticos declararem obrigatoriamente que são maçons. Já Almeida Santos (olha quem!) e o Vate do PS, Alegre, ficaram indignados, alegando ser um atentado à Liberdade, um regresso ao fascismo , querer obrigar a tal declaração! Pois... um, porque se indigna contra tudo, pelo menos de garganta, com a sua voz romântica e profunda. O outro porque receará que descubram o que o tem afinal levado a ter tanto prestígio político ao longo de tantos anos, sendo afinal sempre um nº 2 sem responsabilidades de maior... Só que escusava de se afligir. Já toda a gente sabe, assim como os seus lados de sombra são já quase mitos urbanos em Portugal (caso fossem mitos...).

Por outro lado descobrimos que há guerras entre lojas antigas e consagradas, as que vêm já do pós revolução francesa e da Primeira República, guerras entre si e agora entre essas mais famosas e estas de maçons-mirins, com nomes ainda mais pitorescos. Portugal tem o direito de conhecer os padrões e bordados dos seus aventais, para saber se são tão arreigados na defesa dos bons valores como alegam.

Confirmámos assim que todas estas lojas têm os tais apertos de mão secretos, reuniões secretas, frases secretas, juras secretas. Portugal tem o direito de saber se essas juras não colidem com o juramento que tantos deles fazem à Nação, quando ao assumirem cargos públicos "Juram por sua honra cumprir a missão que lhes foi confiada.etc e tal...". Não venham dizer que é algo do foro privado, pois não é o mesmo que pertencer a uma colectividade de matraquilhos ou de columbofilia, ou ao clube do vestido de Chita. Ou sequer é o mesmo que o "Clube do Bolinha", onde "menina não entra".Embora até pareça, pois ali menina não entra muito na jogada,"mêmo"!!!

Ao ver tanta indignação e tanto ritual, o que chegamos é a duas principais conclusões:

- 1ª-Que, uma sociedades que nasceram secretas em tempos de repressão, ao longo de mais de dois séculos, deixaram de fazer sentido em tempos de Liberdade, ou seja, desde o 25 de Abril;

-- Que o anti-clericalismo que afinal estava por detrás de tanto ingresso nas lojas de Maçonaria não passava de inveja e deslumbramento pelo próprio clero: as vestes quase sacerdotais, os rituais, as reuniões tipo Missas laicas, os valores humanísticos defendidos, os graus de progresso na estrutura e a crença num tal de Grande Arquitecto, a substituir o Deus que tanto desprezam! Assim, compreende-se melhor PORQUE ALEGAM QUE DECLARAR PUBLICAMENTE A PERTENÇA À MAÇONARIA É UMA INTERFERÊNCIA NO FORO PESSOAL! Claro! Ficam ofendidos pois ser maçon não é, como dizem muitos, pertencer a um clube, a uma confraria ou associação! Ser maçon é pertencer a uma... RELIGIÃO. Daí o secretismo: a Maçonaria no fundo é uma espécie de religião, mas como tanto proclamam a anti-religião e o laicismo, têm vergonha de o admitir.

NOTA:Há uns meses, numa reportagem, um maçon explicava que, se na Assembleia da República estivessem em causa valores maçons contra valores de um partido, quem era na maçonaria unia-se a outros maçons de outros partidos contra a própria sugestão de voto do seu partido, caso a disciplina de voto o permitisse! E dizem a democracia portuguesa não estar em causa com isto?

Bem, admitam, rapazes (e algumas raparigas): têm uma religião que põem à frente de qualquer outro valores ou compromissos! Se o fizerem, aqui o "Alegrias e Alergias" dá-lhes de brinde a sugestão de vários AVENTAIS interessantes para renovarem o guarda-fatos da Loja, de acordo com as últimas modas de estilistas de cozinha.

AQUI ESTÃO(mini-catálogo):



O AVENTAL DE CHEFE, ao estilo Don Corleone. Para qualquer Loja, mas talvez mais adequado às lógicas Clássicas de cinquentões grisalhos de voz rouca e baixa, múltiplas reformas douradas do Estado e múltiplos cargos em Administrações de Empresas Público Privadas, tenham já presença chinesa ou não. Especialmente indicado para os bem parecidos, ao estilo Brando, mas que não se importem de engolir sapos, nem de colocarem algodões na boca. E que detestem cavalos...



AVENTAL À MINHOTA: Aconselhado aos maçons das gerações acima dos sessenta, mas que tenham um feitio menos autoritário, Que sejam, até mais bonacheirões e afáveis. Os que preferem andar nas áreas da cultura, embora com um pezito conveniente na política. O lenço na cabeça é opcional, consoante queiram ou não ocultar a careca. Os ouros, à parte os anéis , para serem osculados como os dos bispos, devem estar modestamente representados, sem arrecadas ou filigranas sumptuosas. Não vão às vezes serem acusados de enriquecimento ilícito!

AVENTAL IRREVERENTE/Jovenzinho: para membros das Lojas-mirins, tipo Mozart ... ou Loja Lady Gaga. Costumam fazer furor entre a rapaziada. As esposas e namoradas não acham tanta piada, mas de qualquer maneira nem ficam a saber (menina não entra, lembra-se?). Esse tipo de Loja fica assim entre o clube de bridge e bisca lambida e... as despedidas de solteiro. Há também a opção sem ligas. Se a esposa encontrar o avental, ofereça-se para lavar os tachos, para disfarçar. Assim como assim, também na política os seus cargos serão primeiro lavar os tachos dos outros (leia-se, branquear no Parlamento ou nos jornais) antes de terem um tacho como deve ser.

AVENTAL DE LAVADEIRA. Ao estilo Beatriz Costa na Aldeia da roupa branca, este avental tem um aspecto mais discreto, modesto até. Para quem serve então? Para qualquer loja, mas para aqueles maçons que são jornalistas ou opinadores oficiais, nas tvs, jornais, certos blogues afectos a interesses e regimes. Também adequado para meninas. Não muitas, mas só para dar um ar mais democrático. Como dá para descobrir, pelo nome, servem para ajudar a lavar em espaço público (dos "tanques públicos" da nossa pequena aldeia) as porcarias que outros maçons fazem e dizem, explicando, justificando e até minimizando a sua importância, em casos extremos. A frase secreta, segundo a nossa primeira investigação, é "passa-me o sabão" ou então "água fria da ribeira...". Quando mais acalorados, arregaçam o avental até às virilhas e fazem fosquinhas a outras lavadeiras do outro lado do rio. (costume semelhante aos atestados pelos antropólogos tipo Leite de Vasconcelos, a propósito das lavadeiras "normais", que não usavam roupa interior...).


AVENTAL DE EMPREGADA, ou DE MARIA. Para os maçons que se dedicam aos serviços secretos profissionalmente. Este avental assegura um bom e barato disfarce: qualquer latagão barbudo e de largo queixo, ao vesti-lo, será de imediato confundido com uma inocente adolescente vinda das berças , com acne e a falar "achim". Mesmo a presença de buço ajuda à caracterização. Tirem apenas os piercings.




AVENTAL DE CHE(F)- para maçons de esquerda mais radical, caso existam.





AVENTAL COM COELHINHOS- Para maçons da nova Direita, mais ultraliberal! Ficam tão queridos e mimosos! E ligam bem com qualquer tom de cabelo!





AVENTAL RATINHO CEGO (inspirado na cantilena tradicional inglesa dos "Three blind Mice")-

Para maçons ditos de Esquerda, mas no fundo que gostam de optar por seguir cegamente qualquer gabarola arrivista que se proclame líder insubstituível. Já que há lojas com nomes mitológicos, este poderia ser para a tal LOJA Prometeu, mas na Variante Prometeu -mas-não-cumpriu-só-esbanjou. Ou a loja Sócrates... ah, mas esse não era herói mitológico, pois não? foi bem real... da filosofia... (não consegui arranjar uma cópia maior. Quem o digitalizou devia ser um tanto míope...).

Finalmente um AVENTAL DIFERENTE, também tradicional como os outros, mas não adequado a qualquer maçon que se preze e queira enriquecer e trepar socialmente.Depois a parte par´dica do nosso "catálogo" , vem o item de seriedade.Chamar-lhe-ei, AVENTAL LAURA COSTA. É uma homenagem à senhora com esse nome e que assinou este desenho(confirmar assinatura ao lado, em baixo). Alguns lhe reconhecerão o estilo como a artista que, nos anos 60 e 70, ilustrou livros de contos de fadas, agendas domésticas, jogos, calendários e até papéis de embrulho. De forma alguma deve ter sido maçon. Esta ilustradora portuense, que ajudou ao prestígio de editoras e da Majora, dpois de longos anos de trabalho, viveu os seus últimos dias da sua vida em quase indigência, com ajuda de vizinhos, pois , como acontece a quem trabalha nesta área, a precariedade vem de longe: a ilustração é paga à peça e sem se ficar com direitos de reedição. Não há descontos para a Segurança Social, nem existiam à época PPR ou seguros para velhice. Assim, sem apoio de empregadores ou de Lojas semi-políticas, bem se pode ter um trabalho meritório, enquanto se aguenta e se enriquece os outros, como fez a D.ª Laura Costa. Curioso é agora a sua obra perdurar, em catálogos de Internet, como se os desenhos tivessem nascido do ar... A minha homenagem será então perpetuá-la um pouco também, com este seu desenho aqui no blogue. Ou pelo menos enquanto a blogosfera continuar livre.

Não, este belo avental não cabe em nenhum anafado maçon oportunista...

"Alergia" (11-1-2012, in blog "Alegrias e Alergias")























5 comentários:

  1. eheheh... enfim ele há aventais para todos os gostos. Engraçado, eu detesto-os... eheheh...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. respondi em baixo... estranho o blogger mudou isto... :(

      Eliminar
  2. Curioso, o horário dos comentários ficou todo trocado, só porque o rascunho do post fora iniciado ontem... :(
    Anabela, o avental na cozinha dá muito jeito.Tenho um com uma tartatuga, que diz "Take your time!".
    Já os destes aventalados parecem-se mais com aqueles a personagem Sapateiro, do "Auto da Barca do Inferno", que simboliza não a protecção das nódoas/pecados, mas o encobrir dos próprios pecados.
    Desses aventais também não gosto. eheh:))

    ResponderEliminar
  3. Magalhães todo arrebentado:
    O da empregada veio de uma colecção que tinha outros... que... nem descrevo! Há de facto para todos os gostos por essa blogosfera! Então os brasileiros. Escolhi até um dos mais comedidos...
    É que toda este debate sobre essas sociedades secretas e seus anacronismos, mas a dominar o país no fundo e a cortar as hipóteses a muito boa gente...causam-me arrepios! Resolvi brincar com esses aventais como merecem.
    Obrigada pelos comentários, a ambos! Apareçam sempre!
    O blogue está concorrente ao Aventar (concursos de blogs 2011), nas categorias de Humor(não sabia ben como o catalogar) e de Revelação do Ano! As votações começam dia 14 mas ainda não sei como se processa. Lembrem-se do Alergias, embora apenas tenha 2 meses e meio de "idade". Obrigada e boa noite!

    ResponderEliminar